domingo, 1 de abril de 2012

Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso

Quando falamos dos outros, revelamos quem somos
Catequese e pastoral de conjunto
Nossa Igreja fala de espiritualidade ecumênica
Espiritualidade do convívio com o diferente
Uma Igreja sensível aos problemas humanos
Como Jesus trata o diferente
O medo que nos afasta do outro
Uma semana para viver espiritualidade ecumênica
A espiritualidade de vencer sem derrotar o outro
A catequese que sabe ouvir a igreja
Leituras diferentes da mesma bíblia
Conhecer o sentimento do outro
A partilha que é boa para todos
Estudando o que diz igreja
Responsabilidade de quem é maior
Jeitos diversos de enxergar uma questão
Recursos de variados campos
Anunciar e dialogar
Silêncio, uma forma de negação
O anúncio é motivo de alegria
Autoestima, indispensável para o diálogo
A abertura de Paulo aos não judeus
Os bem aventurados e o juízo final
Grandes figuras, bons exemplos
O diferente em vários campos da vida
O que já temos em comum
Unidade nas primeiras comunidades
Unidade na diversidade Um exemplo de cooperação
oração: uma força no caminho ecumênico
A plena comunhão que ainda não temos
Maria e o diálogo ecumênico
Ajudando famílias com diversidade religiosa
Perdoar e ser perdoado
Aprender com o outro sem medo
- Falhas que podem atrapalhar o diálogo  
Um caminho pedagógico
Um caso especial: diálogo com o Judaismo
- Dialógo inter-religioso: um campo diferente
- Como é o ecumenismo que queremos?
- O que não é ecumenismo
- Ser ecumênico para ser fiel a nossa Igreja
Ser ecumênico porque o mundo precisa de paz
- Ser ecumênico porque Jesus pediu
- Catequese, um instrumento indispensável. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS